terça-feira, 16 de agosto de 2011

Aquele Abraço

Eu passei por um abraço desses que se trocam as almas, desses que se chega tão perto que o os corações se beijam, mas esse abraço era um abraço sem beijo de coração, um abraço apertado assim como a dor nítida no olhar dela.
Apesar das almas trocadas, o abraço tinha tom de despedida, não de adeus, de até logo mas não se sabe quando.

Um abraço indeciso, com gosto de beijo e cheiro de tchau.

Mas nesse abraço o cheiro era mais forte e eu no final não senti o gosto.
Me descolei daquele corpo, e apesar de me sentir atraído feito um imã, eu não grudei de volta, eu esquivei, repeli.

Despedi.





Um comentário:

  1. Que bom que vc voltou a postar no blog...
    Seus textos são muito bonitos! ^^

    ResponderExcluir