quinta-feira, 11 de julho de 2013

médico

Alguém, por favor chame um médico!

Um médico de coração. É que eu estou doente.

Rápido, um médico aqui!

Tem que entender de coração, um especialista se possível.
Alguém que saiba cuidar bem do coração. Do meu coração.

Eu não quero um cardiologista, eles não entendem nada! Eu quero um médico que cure dor e não doença.

Mas tem que ser rápido! Eu não sei se eu vou aguentar....

As vezes a dor dói mais que doença. Tem doença que nem dói.
Mas meu coração dói muito.

Rápido! Se mexe, faz alguma coisa... Chama logo!
Disca o número. O número certo... só tem um!

Não demora... ele tá fraco...

Não sei se eu consigo explicar os sintomas...

Isso que eu sinto é agudo, é uma dor que toma o corpo e a mente... mas ela começa no coração.

Agora eu entendo quando dizem que o coração é o centro da vida.

Eu tô sem centro... eu tô sem vida.

Um médico de coração aqui!! Pelo amor de Deus!

Eu tô com o coração na mão. pulsando. Preciso engolir ele de novo e deixar ele no peito. Alimentando meu corpo.

 É difícil respirar sem coração. eu não consigo... mas....preciso.... esperar.

Só cuidando dele mesmo pra sarar. recuperar.

O coração não se regenera sabia?
eu aprendi isso, não igual estrela do mar. Não nasce outra parte no lugar, ele tem que ser cuidado.

 Já tá vindo??

Que bom, porque eu sinto... e ainda pulsa.





5 comentários:

  1. Não podia passar dessa vez sem comentar algo...sei que você não me conhece e nem eu você( só mais pelos textos), mas você sente tanto...é tão bonito ver sua emoção exposta em palavras....e palavras simples. E achei teu blog há ano atrás, e sempre que tenho um tempo venho pra ver se postou algo novo. E muitas vezes esperei, esperei e esperei e nada. hehe :) Parabéns pelo texto e pela pessoa que você é. Um beijo, e continue postando, que você sinta cada vez mais - amor, alegria - pra que eu possa ficar feliz lendo. Primeira vez que comento algo num blog que eu não uso.

    ResponderExcluir
  2. Eu tô sem centro... eu tô sem vida.

    :) deveria ser um emoction "triste", mas a frase merece um sorriso.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. O coração é mesmo imprevisível. Como é que ele pula assim fora do corpo? Não tenho um número, mas sabe, fica bem quetinho de boa fechada pra ele não sair. Aí ele vai fervilhar dentro de você. Muito mesmo. O coração é muito inquieto de vez em quando. Aí você espera até seus dedos brincarem no computador. E você escreve mais um texto. Não cura, mas pelo menos faz poesia. E assim a gente vai levando o coração...

    ResponderExcluir